Valor roubado de empresa de segurança pode chegar a R$ 45 milhões, diz polícia

BELO HORIZONTE

, O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2010 | 00h00

A Polícia Civil de Minas estima que o montante levado por uma quadrilha fortemente armada de uma empresa de segurança na região da Pampulha, em Belo Horizonte, possa chegar a R$ 45 milhões. A ação já é considerada o maior assalto da história de Minas. O roubo foi executado na manhã de sábado, quando um grupo formado por cerca de 15 homens fez funcionários reféns e fugiu com vários malotes dos cofres da Embraforte. O dinheiro seria usado para abastecer caixas eletrônicos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal durante o feriado. Na fuga, os assaltantes levaram computadores com imagens das câmeras do circuito interno de segurança. Até o fim da tarde de ontem, nenhum suspeito havia sido preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.