Vale do Itajaí já tem ajuda do Exército

FLORIANÓPOLIS

Júlio Castro e Carla Cavalheiro, especiais para o Estado, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2011 | 00h00

O Ministério da Integração Nacional liberou 3 mil cestas básicas para os atingidos pelas chuvas em Santa Catarina. De acordo com a pasta, representantes da Secretaria Nacional de Defesa Civil estão no Estado e acompanham a situação. Foram liberados ainda R$ 30 milhões para obras de reconstrução.

As Forças Armadas também foram acionadas, com o objetivo de colocar de prontidão aeronaves e tropas para resgate e transporte de vítimas e para a distribuição de primeiros socorros.

Segundo o general Décio dos Santos Brasil, comandante da 14.ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército, com sede em Florianópolis, a atuação na cidade de Rio do Sul, a mais castigada no Estado, foi rápida. "Conseguimos agir com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros e retiramos as famílias que estavam em área de risco antes que a água invadisse de vez a cidade."

Outro município que tem ajuda dos militares é Itajaí, onde eles cuidam da distribuição de donativos. A prefeitura pede doações de comida não perecível, água e colchões. Não são aceitas doações de roupa porque não há logística para distribuição.

Escolas e estradas. Nesta semana, o governo de Santa Catarina suspendeu as aulas nas escolas estaduais. A maioria das escolas do Vale do Itajaí serve de abrigo. Não há previsão de quando o calendário escolar voltará à normalidade. O cuidado também deve ser grande nas estradas. A Polícia Rodoviária Federal recomenda cautela nas BRs 470, 282, 280, 116 e 101, pois com o grande volume de chuva existem quedas de barreira em vários pontos e risco de obstrução de pistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.