Vai-Vai leva para a avenida a história de Paulínia

Polo cinematográfico, veia industrial e a chegada dos italianos à região serão retratados no enredo

24 Fevereiro 2014 | 16h10

 A Vai-Vai, uma das escolas mais tradicionais do Carnaval paulistano, aposta este ano em um enredo sobre a cidade de Paulínia. “Nas chamas da Vai-Vai, 50 anos de Paulínia” vai fazer uma retrospectiva histórica da cidade do interior paulista, com destaque para a sua veia cinematográfica.

“Vamos entrar com alegorias cheias de movimento e inclusive com uma marionete de 10 metros”, promete o carnavalesco da escola, Chico Spinoza. Nas alegorias, ele promete retratar desde a fundação da cidade até a sua consolidação como um pólo cinematográfico, passando pela sua veia industrial e pela chegada dos italianos à região.

Raio-X da escola:

Enredo: Nas chamas da Vai - Vai, 50 anos de Paulínia

Componentes: 4 mil pessoas

Cores: preto e branco

Maior alegoria: abre-alas, com 70 metros de comprimento e 15 metros de altura

Fique de olho: um dos carros entra na avenida com uma marionete de 10 metros jogando bocha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.