Clayton de Souza/AE
Clayton de Souza/AE

Vai-Vai aposta em folia coletiva no Anhembi

Agremiação do Bexiga dispensa carnavalesco e divide tarefas entre seus componentes

Cristiane Bomfim - Jornal da Tarde,

01 Fevereiro 2010 | 11h59

SÃO PAULO - Não há frestas no portão que permitam enxergar o que se passa do lado de dentro do barracão da Vai-Vai. Ainda que houvesse, pouca coisa poderia ser vista. Os carros alegóricos em montagem ficam nos fundos. O que já foi concluído é cuidadosamente embalado em lonas pretas. O esquema de segurança é forte. Só entram pessoas autorizadas. Afinal, no ano em que a escola do Bexiga completa 80 anos, a grande surpresa - o desfile no Sambódromo do Anhembi - tem que ser bem cuidada.

 

E a surpresa não são exatamente as alegorias, mas o que elas representam: um pouquinho de cada componente da agremiação. O enredo, as fantasias, os carros alegóricos. Cada detalhe do desfile deste ano da Vai-Vai foi escolhido e decidido por pessoas nascidas e criadas na escola. Para este ano, o carnavalesco foi dispensado.

 

"A diretoria está apostando em uma comissão de carnaval formada por nós mesmos", explica o presidente Edimar Tobias da Silva, o Thobias da Vai-Vai. A comissão é formada por nove pessoas que respiram a Saracura.

 

A mudança trouxe uma empolgação extra aos integrantes da escola. O trabalho que começa cedo e só termina no dia 13 de fevereiro, quando a Vai-Vai entra no sambódromo, parece não cansar ninguém. "Conseguimos mais liberdade para fazer a festa que queremos. Se uma coisa não agrada, podemos trocar na hora. Muda uma fantasia aqui. Troca a cor de um carro ali", conta, entusiasmado, o diretor de harmonia Buiú, como é conhecido na escola Edson Francisco Paulino, de 55 anos. Ele ganhou o apelido quando entrou na Vai-Vai, há 27 anos.

 

A escola aposta em um enredo simples que une duas paixões do brasileiro: o futebol e o carnaval. O tema 80 Anos de Arte e Euforia. É bom no samba, é bom no couro conta a história das Copas do Mundo de Futebol, que também completam 80 anos em 2010. E pela primeira vez ela será realizada no continente africano.

 

FELIZ COINCIDÊNCIA

 

"É uma feliz coincidência, que não poderíamos deixar passar em branco", conta o diretor da comissão de carnaval, Lourival de Almeida Campos, de 35 anos, e a maioria deles dentro da agremiação.

 

Para participar do duplo jubileu de carvalho (quando se completam oito décadas), o capitão da seleção brasileira no pentacampeonato Cafu será um dos destaques no desfile. Ele estará dentro de uma bola de futebol gigante. Também irá participar o ministro do Esporte, Orlando Silva. O jogador Cafu, capitão do pentacampeonato, será um dos destaques do desfile da escola.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2010Vai-vai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.