Vai à Paulista à noite? Procure arte nos prédios

Entre as 20h e as 23h de hoje, projeções devem tomar os prédios ao longo da Avenida Paulista, na região central, nos dois sentidos. Elas mostrarão criações de 25 adolescentes que vivem nas ruas da capital, cujos trabalhos estarão em cartaz na mostra São Paulo: Manuais de Sobrevivência até o dia 17 do mês que vem, na Vila Madalena.

EDISON VEIGA, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2012 | 03h03

As projeções, que devem durar cerca de 1h em cada lado da via, serão "aleatórias e itinerantes". E incluirão prédios como o do Masp e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). A ideia é que as projeções passem primeiro de um lado depois do outro, com as imagens ficando cerca de um minuto em cada edifício.

No "guia" dos jovens, aparece o essencial: comida, abrigo e proteção. A exposição é resultado de uma iniciativa do Projeto Quixote e da fundação italiana Unhate. Os jovens selecionados passaram por imersão cultural de uma semana em um acampamento na Vila Mariana, zona sul, sob orientação de Patrick Waterhouse, editor da revista Colors, da Unhate, Auro Lescher, fundador do Quixote, e um grupo de educadores.

O resultado do "guia de sobrevivência" é uma riqueza de textos, fotos e entrevistas que retratam os desafios do dia a dia desses jovens. "Nosso trabalho é aumentar a propensão das crianças em situação de rua para que voltem às suas referências afetivas, mãe, pai, bairro, amigos, escola", diz Lescher. "Por meio do projeto, os jovens puderam tratar dos desafios que enfrentam na rua e como superá-los", diz a presidente da fundação, Mariarosa Cutillo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.