Vagões com celulose descarrilam e bloqueiam ferrovia no interior de SP

De acordo com a concessionária Rumo, 18 vagões saíram dos trilhos e tombaram, mas ninguém ficou ferido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2017 | 18h49

SOROCABA - Parte de uma composição carregada com celulose descarrilou, nesta sexta-feira, 9, no trecho ferroviário entre Botucatu e Bauru, no interior de São Paulo. De acordo com a concessionária Rumo, 18 vagões saíram dos trilhos e tombaram, mas ninguém ficou ferido. 

Houve danos na linha causados pelo deslocamento dos vagões. O acidente aconteceu no distrito de Toledo, município de São Manuel, num trecho próximo da rodovia Marechal Rondon (SP-300).

Equipes foram acionadas para a remoção da carga e a reposição dos vagões nos trilhos. O acidente aconteceu por volta das 9 horas e até as 17h30 a ferrovia continuava interditada. A previsão era de que o tráfego fosse restabelecido durante a noite. 

De acordo com a Rumo, o descarrilamento não causou danos ambientais e as causas estão sendo investigadas. É o segundo acidente do tipo em menos de dois meses. No dia 22 de abril, uma composição vazia descarrilou em frente à estação ferroviária de Botucatu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.