Usuários voltam a se aglomerar na Rua Helvétia

Usuários de crack voltaram ontem à tarde a se aglomerar na esquina da Alameda Barão de Piracicaba com a Rua Helvétia, a cerca de 50 metros de distância do "epicentro" da cracolândia, em Campos Elísios, na região central. Foi a reunião de dependentes mais próxima da antiga área crítica desde que começou a Operação Centro Legal, na semana passada. Pelos menos 50 pessoas estavam no local e tiveram de ser dispersadas pela Polícia Militar duas vezes.

O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2012 | 03h03

Permaneceram isoladas de grupos maiores apenas a Rua Dino Bueno e a parte da Helvétia ao lado da Praça Júlio Prestes, um trecho de aproximadamente duas quadra - onde há uma base comunitária da Polícia Militar - e os prédios antes ocupados pelos viciados.

Dono de um bar, Jovelino, de 59 anos, estava descontente com o retorno dos dependentes em grupo. "Isso nunca vai acabar. Espantam daqui, mas eles voltam", disse ele, que não quis dar o sobrenome. Segundo moradores, usuários de droga se sentem protegidos diante da presença de grupos de defesa dos direitos humanos. / W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.