Paulo Giandalia/AE
Paulo Giandalia/AE

Usuários fazem campanha na internet para recuperar trabalhos de Laerte

Cartunista teve a casa assaltada na última terça-feira e 12 anos de trabalhos foram roubados

Cristiane Salgado - estadão.com.br,

04 de maio de 2012 | 09h59

Os usuários do Twitter e Facebook fizeram uma campanha para que os ladrões que assaltaram a casa do cartunista Laerte, em São Paulo, devolvam o acervo em arquivo digital que continha 12 anos de trabalho.

Os assaltantes levaram dois computadores e um disco rídigo externo, nos quais estão os trabalhos de Laerte. A residência do cartunista, em Rio Pequeno, na zona oeste da capital paulista, foi roubada na última terça-feira, 1, enquanto o cartunista estava viajando.

Nas mensagens divulgadas na rede, os internautas apelam para que os possíveis compradores - ou receptores - dos arquivos verifiquem o conteúdo antes de formatar a máquina, para que o conjunto da obra de Laerte não seja perdido.

Em sua página do twitter, Laerte declarou estar comovido com a repercussão do caso na internet: "Fiquei muito emocionada com essa solidariedade toda, negócio dos arquivos roubados".

Imagem divulgada nas redes sociais que faz apelo para recuperar trabalhos de Lartes:

Tudo o que sabemos sobre:
laerteassaltoroubocartunista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.