Universitários são presos por tráfico de ecstasy no interior

Polícia apreendeu 500 comprimidos da droga que seriam vendidos em casas noturnas e raves

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

04 de setembro de 2007 | 11h17

Três universitários foram presos acusados de tráfico de drogas na região de Sorocaba, no interior de São Paulo. Handerson Claiton Hancen, de 21 anos, que é apontado pela polícia como um dos mais conhecidos traficantes de ecstasy no Estado de São Paulo, foi detido junto Rafael Franco de Lima, de 22 anos, e Bruno Aquino de Lima, de 21 anos, na tarde de segunda-feira, 3.  A polícia apreendeu 500 comprimidos da droga, que seriam vendidos a preços entre R$ 15 e R$ 50, em casas noturnas e raves, além de laptops. Os três iam fazer uma entrega da droga na cidade de Salto. A prisão aconteceu na rodovia SP-75, que liga Itu a Salto. Os três foram presos em flagrante por policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Sorocaba, que há três meses monitorava a ação do estudante.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.