Universitários são presos e tentam pagar propina a policiais

Três jovens estariam se preparando para levar cerca de R$ 93 mil de empresário na região central de SP

Camilla Haddad, do Jornal da Tarde,

17 de julho de 2007 | 11h11

Três jovens de classe média, sendo dois estudantes universitários, foram presos na madrugada desta terça-feira, 17, quando estariam se preparando para um assalto. O objetivo do trio seria levar pelo menos US$ 50 mil de um empresário com lojas na Rua 25 de Março, no Centro de São Paulo, mas os planos foram frustrados por homens da Força Tática, durante uma ronda pelo bairro do Pari, na região central.   Mesmo depois de abordados pela equipe da Polícia Militar, os suspeitos, que estavam em um Fiat Uno teriam tentado se livrar do flagrante, oferecendo R$ 5 mil aos três policiais. No momento da proposta, policiais fingiram aceitar a quantia, mas quando receberam o dinheiro prenderam os três rapazes, em flagrante por tentativa de suborno. Os dois universitários chegaram a ligar para os pais pedindo cerca de R$ 2.500 cada um. Eles alegaram que estavam sendo seqüestrados e precisavam da quantia naquele momento.   Segundo o delegado titular do 12º Distrito Policial do Pari, William Zampieri, os rapazes negaram que tivessem a intenção de roubar o comerciante. Um dos rapazes portava na cintura um revólver calibre 38 e também foi indiciado por porte ilegal de arma.   Para polícia ele contou ter comprado a arma de um outro colega de classe de uma universidade famosa de São Paulo apenas para se defender.   Os três jovens, com idades de 20,24 e 25 anos serão encaminhados amanhã, quarta-feira, para o Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, na Zona Oeste da Capital. Eles podem pegar até 12 anos de prisão. Dos presos, dois deles já tinham passagem pela polícia por furto e receptação.

Mais conteúdo sobre:
universitários presospropina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.