Universitária é encontrada degolada dentro de carro no ABC Paulista

Câmeras de segurança mostram um homem armado saindo do carro da jovem; nenhum objeto da vítima foi roubado

O Estado de S.Paulo,

14 de setembro de 2012 | 03h42

SÃO PAULO - O corpo da estudante Lore Santana Vaz, de 27 anos, encontrada morta na manhã de quinta-feira, 13, em Santo André, no ABC paulista, será enterrado às 10 horas desta sexta-feira, 14, no Cemitério da Saudade, no bairro Cerâmica, em São Caetano do Sul, cidade vizinha.

A jovem, que cursava Administração de Empresas na União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo (Uniesp), em São Caetano, foi degolada e deixada dentro de um Fiat Uno cinza, estacionado na Rua Andradina, na Vila Príncipe de Gales. Câmeras de segurança de uma empresa mostram um Kadett branco parando segundos depois à frente do Fiat, do qual sai um homem armado. O suspeito então entra no Kadett e vai embora. Nenhum objeto da vítima foi levado, segundo a polícia.

Os pais da estudante ao estranharem a demora da filha em voltar da faculdade e não conseguirem falar com Lore, ligaram para a Polícia Militar. Às 22h30, a jovem ligou para os pais informando que naquele momento saía da faculdade. O veículo foi localizado pela PM por volta das 7 horas.

O homicídio não teria ocorrido na Rua Andradina, que foi escolhida apenas para o abandono do corpo, que já estava rígido e no vão entre os bancos traseiro e dianteiros quando os policiais o encontraram. Segundo o que a polícia ouviu de parentes, Lore era promotora de eventos e trabalhava numa campanha eleitoral de uma candidata a vereadora em São Caetano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.