Universidade de São Paulo completa 80 anos

Em 25 de janeiro de 1934, a USP tornava-se realidade

24 de janeiro de 2014 | 00h16

A USP nasceu de um sonho e de uma necessidade. O sonho: fundar a primeira universidade de São Paulo. A necessidade: promover uma reforma profunda no ensino superior, diagnóstico feito já em 1925 pelo jornalista Julio de Mesquita Filho, então diretor do jornal O Estado de S. Paulo.

Em 25 de janeiro de 1934, a Universidade de São Paulo tornava-se realidade. Hoje, 80 anos depois, a USP é a melhor universidade da América Latina, além de figurar entre as 200 principais do mundo. Enfrenta desafios, como a necessidade de voltar-se para o mundo e a urgência em manter relevantes as pesquisas desenvolvidas.

Leia na edição impressa do dia 24 de janeiro do Estado o caderno especial sobre os 80 anos da universidade e acompanhe no estadao.com.br a cobertura multimídia durante todo o dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.