Unidade de Reintegração Social de Diadema será inaugurada nesta terça

Estado tem 42 unidades que participam do Programa de Penas e Medidas Alternativas

estadão.com.br,

28 de junho de 2011 | 11h08

SÃO PAULO - A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP) inaugura nesta terça-feira, 28, a Unidade de Atendimento de Reintegração Social de Diadema, na Grande São Paulo. A unidade irá operacionalizar o Programa de Penas e Medidas Alternativas no município.

 

Com esta inauguração, serão 42 unidades que realizam esse trabalho em todo Estado de São Paulo. O programa teve início em 1997 atendeu mais de 76 mil pessoas condenadas pelo judiciário por terem cometido delitos de baixo potencial ofensivo. Essas pessoas prestaram serviços à comunidade.

 

A reinclusão no programa (5,7%) e o baixo custo aos cofres públicos por condenado nesta modalidade penal (R$ 22,90) demonstram a eficácia do programa e o valor pedagógico da aplicação das penas alternativas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.