Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Umidade relativa do ar chega a 18% e SP entra em alerta

Na terça-feira, umidade relativa do ar também deve fica abaixo dos 30%

estadão.com.br

05 de setembro de 2011 | 08h06

SÃO PAULO - A cidade de são Paulo entrou em estado de alerta por volta das 14h desta segunda-feira, 5, em consequência da baixa umidade relativa do ar, que chegou aos 18% no período, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

 

Nos meses em que ocorrem poucas chuvas é comum que a umidade do ar fique reduzida, o que causa um aumento nos níveis de dióxido de enxofre e material particulado, devido às piores condições de dispersão. Isso propicia o surgimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares.

Chuva. Uma frente fria causará chuvas no decorrer de hoje em boa parte do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do oeste do Paraná. Haverá chance de temporais acompanhados de raios, rajadas de vento e ocasional queda de granizo em algumas áreas destes Estados, segundo previsão do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

Já no centro-norte do Paraná, grande parte das Regiões Sudeste e Centro-Oeste, além do Tocantins, sudeste do Pará e interior do Nordeste haverá predomínio de uma massa de ar seco que deixará o tempo com predomínio de sol, temperaturas elevadas, alerta de baixa umidade do ar e risco elevado para incêndios.

No litoral da Região Nordeste entre a Bahia e o Rio Grande do Norte haverá condição para chuvas, mesmo que isolada e de fraca intensidade devido aos ventos que sopram do mar. No Norte do Brasil o calor e a alta umidade do ar provocam pancadas de chuvas que podem ser localmente fortes. As pancadas de chuva também deverão atingir áreas do oeste e sudoeste do Mato Grosso, sudoeste e sul do Mato Grosso do Sul, principalmente a partir da tarde.

 

Atualizada às 14h40

Tudo o que sabemos sobre:
temperaturaprevisãoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.