Umidade do ar cai para 7% em Brasília

CLIMA

, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2010 | 00h00

Enquanto as enchentes arrasam regiões de Alagoas e de Pernambuco, a umidade do ar caiu para 7% em Brasília, na região do Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, na tarde de ontem. Na sexta-feira passada, o nível havia caído para 9% no local. Esses valores são extremamente baixos, prejudiciais à saúde e caracterizam estado de emergência, segundo a Organização Mundial de Saúde. Nesses casos, é recomendável que a população evite a prática de atividades físicas nas horas mais quentes do dia e mantenha o corpo hidratado. Essa queda de umidade verificada no Planalto Central é resultado do predomínio de uma forte massa de ar seco sobre o Centro-Oeste do País. Até o começo de julho esse quadro não deve ser revertido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.