UMA CIDADE EM CEM DIAS, 2 MIL QUILÔMETROS E 358 PERSONAGENS Uma viagem por São Paulo

A 'Expedição Metrópole' percorreu uma distância equivalente à da viagem entre a capital paulista e Salvador; no trajeto, descobriu túneis secretos, sarcófago em hotel abandonado, bairro na cratera de 20 milhões de anos e várias outras histórias

O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2011 | 03h08

Foi uma aventura e tanto. Por cem dias, a Expedição Metrópole andou por todos os cantos de São Paulo e visitou 114 locais diferentes atrás de histórias, curiosidades e personagens interessantes.

Por meio de textos, fotos, blog e especiais multimídia na internet, a maratona também ajudou leitores e internautas a descobrir aspectos inusitados da maior cidade da América do Sul. Exatos 2.003 quilômetros foram percorridos, em todas as zonas da capital, quase a mesma distância entre São Paulo e Salvador.

Na zona norte paulistana, por exemplo, a reportagem conheceu melhor a cultura da aldeia Tekoah Itu, no Pico do Jaraguá, onde vivem cerca de 3 mil guaranis. No outro extremo da cidade, na zona sul, a Expedição viu de perto a rotina na cratera da Colônia, em Parelheiros, local onde há 20 milhões de anos um objeto vindo do espaço abriu buraco de 3,6 quilômetros de diâmetro. Lá, a 2h30 de distância de ônibus da Sé, vivem hoje 35 mil pessoas.

Já na zona oeste, durante apuração da reportagem sobre os túneis secretos de São Paulo, descobrimos a história dos 90 metros mais indesejados da capital, que ligam o Instituto Central do Hospital das Clínicas ao Instituto Médico-Legal (IML). Por lá, ninguém quer passar. Na zona leste, contamos desde histórias de times de futebol de várzea até a do alfaiate que sobreviveu às lojas de roupa pronta e continua na ativa com clientes fiéis, dispostos a pagar no mínimo R$ 3,5 mil por um terno. Acima, você pode conferir fotos e detalhes dessas e de outras reportagens. E o material completo continua na internet.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.