Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Um passeio futebolístico sem (quase) ir ao estádio

Vem a São Paulo a negócios? Quer viajar por sua própria cidade? Eis as dicas desta semana

Daniel Fernandes, São Paulo

18 de janeiro de 2019 | 06h00

Caro leitor,

aos poucos e lentamente, como se deve viver uma tarde de verão, o futebol vai voltando às nossas vidas. Somos aqueles que como Nick Hornby se apaixonaram pelo futebol como se apaixonaram por uma pessoa: de repente, inexplicavelmente, e sem pensar nas consequências. E com a volta do Campeonato Paulista, que começa neste fim de semana, o futebol pode ser o motivo - ou a desculpa - para conhecermos melhor a cidade. Que tal?

Assim como falamos na Supercoluna da semana passada, há muito o que fazer em São Paulo. E muito desses passeios estão relacionados ao esporte.

Com o risco de soar óbvio, eu se fosse você, começaria esse tour pelo Museu do Futebol. Até o dia 27 de janeiro, o museu recebe uma programação especial - tem até street curling e bobsled por lá. Tem também uma exposição muito bacana: ‘Clássico é Clássico e vice-versa’. 

Essa exposição traz curiosidades sobre 45 confrontos regionais entre clubes de futebol e nesta matéria você confere todos os detalhes sobre a mostra. A história entre Corinthians e Palmeiras está representada. E se você torce por um dos dois times, reserve um tempinho, antes de sair de casa, para lembrar esse especial entre os times que preparamos aqui na editoria de Esportes.

Mas gostar de futebol, assim como gostar de música, acaba sendo um exercício de controle financeiro. Que nós sempre, diga-se de passagem, fracassamos. Se você não conhece, vale a pena ir até a loja mantida por Renato Martins na Rua Augusta

Ele conta com um acervo impressionante de camisas históricas de times internacionais e seleções. Dúvido você fazer uma visita e sair de lá sem gastar. Contamos a história do Rodrigo e da loja em uma matéria sobre empreendedorismo muito bacana feita pela Letícia Ginak no ano passado.

Nesta jornada pelo futebol paulistano, tem também bar para jogar futebol de botão, barbearia temática e até uma dica de outro museu, este dedicado ao inventor do futebol no Brasil: Charles Miller. Contamos sobre esses três lugares em uma divertida matéria publicada no Divirta-se.

Mas se eu tivesse de escolher apenas um lugar para visitar relacionado ao futebol seria a rua Javari, onde fica o lendário campo do Juventus na Mooca, na zona leste de São Paulo. Faça assim como Mauro Calliari no seu blog Caminhadas Urbanas. Vá domingo pela manhã. Dúvido que você não vai gostar: do passeio e do canolis.

Até breve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.