Thiago Teixeira/AE
Thiago Teixeira/AE

Um ‘novo Memorial’ será aberto neste sábado

Show de Alceu Valença inaugura projeto que quer atrair mais público ao espaço

Edison Veiga - O Estado de S.Paulo,

14 Março 2013 | 23h00

Um dos 12 projetos arquitetônicos de Oscar Niemeyer (1907-2012) executados em São Paulo, o Memorial da América Latina, na zona oeste, é um cartão-postal inquestionável. A partir deste sábado, se der certo a maratona de eventos planejada pela atual administração, o centro cultural vizinho ao Terminal da Barra Funda se tornará mais presente no dia a dia das pessoas. A ideia é que o espaço passe a oferecer atrações populares em todos os fins de semana.

"Queremos popularizar o Memorial. Acreditamos que, até então, ele vem sendo usado aquém de suas possibilidades", explica Felipe Macedo, diretor de Atividades Culturais da instituição. Além dos seis edifícios do complexo, habitualmente ocupados por exposições e eventos culturais, o objetivo é aproveitar a imensa área livre do endereço.

"Vamos encher esse espaço: serão espetáculos populares para toda a família, com teatro, fanfarras e grupos artísticos", diz Macedo. Na programação haverá bumba meu boi, sarau musical, pernas de pau, palhaços, exibição de filmes clássicos e atividades como oficinas. "Haverá ainda uma feirinha de comida e artesanato típicos de países latino-americanos", completa. A divulgação vem sendo feita nos consulados desses países, para que interessados participem com seus produtos.

Também serão inaugurados pontos de lazer, como um parquinho com brinquedos infantis, mesas para jogos de tabuleiro, pista de caminhada e aparelhos de ginástica. "Acreditamos que isso trará um público novo para o Memorial", comenta o diretor, que espera fechar o ano com uma visitação ainda maior do que a registrada em 2012 - mais de 1 milhão de pessoas, estatística turbinada pelo sucesso da exposição Guerra e Paz, de Candido Portinari (1903-1962).

Para atenuar o clima um tanto árido do local - reclamação constante de quem o visita e precisa se deslocar entre um prédio e outro por longos espaços sem sombra - tendas e vaporizadores devem ser instalados, de modo temporário, durante os eventos.

Aniversário

Esse "ajuste de foco" do Memorial - internamente, o projeto é tratado como Novo Memorial - está sendo colocado em prática no mês em que a instituição comemora 24 anos de fundação. Entre os destaques da programação, está o Buzum!: um teatro de bonecos itinerante, em que um ônibus, estacionado na Praça Cívica do centro cultural será transformado em teatro, com plateia, palco e equipamento de luz e som. Depois de estrear no Memorial, o ônibus deve começar turnê nacional, passando por escolas, creches e outros espaços culturais.

Shows musicais também devem se tornar ainda mais comuns. Está prevista para sábado a apresentação de Alceu Valença, com ingressos grátis. Enquanto isso, na praça do outro lado da passarela do Memorial, começa a funcionar o Circo Vox, com espetáculos no sábado e no domingo a preços populares - R$ 20. "A ideia é que tenhamos sempre circos instalados aqui, com uma rotatividade de companhias e espetáculos", afirma o diretor.

Alguns destaques

Buzum!

Teatro de bonecos dentro de ônibus. Apresentações no sábado às 10h, 11h30, 15h, 16h e no domingo às 10h e 11h

Alceu Valença

Show acústico será sábado, às 21h, no Auditório Simón Bolivar. Ingressos grátis podem ser retirados a partir das 14h desta sexta-feira

Pipas

Oficinas no sábado e no domingo às 10h30 ensinarão a fazer o brinquedo. Haverá revoadas sábado às 11h e às 13h.

Charles Chaplin

Filmes serão exibidos em quatro sessões: às 10h30 e às 12h de sábado e às 10h e às 15h de domingo.

Kaporal San Simón

Grupo de dança típica boliviana se apresenta sábado, às 18h

Bumba meu Boi

O grupo Cupuaçu encena a manifestação folclórica presente em vários Estados brasileiros. No domingo, às 17h

Serviço

Memorial da América Latina

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda

Tel.: (11) 3823-4600

Novos eventos, sábados e domingos, das 10h às 18h

Entrada grátis

Mais conteúdo sobre:
Memorial da América Latina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.