Um hobby: zelar pela cidade

Ignacio criou blog para publicar suas queixas e já registrou mais de 300 delas na Prefeitura

Tatiane Matheus, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2010 | 00h00

Há quem colecione selos, moedas ou postais, entre outros objetos. O passatempo do administrador de empresas Marcos Ignacio é o de zelar pela cidade. Ele diz que, até hoje, já registrou mais de 300 queixas na Prefeitura e, de todas, menos da metade foi resolvida, muitas respondidas e outras "concluídas" sem solução.

Tudo começou em 2001. Ignacio explica que corria acompanhado de seu irmão pelas ruas da zona norte, onde morou por 42 anos, e eles começaram a perceber o que estava de errado nas ruas de São Paulo."Sempre gostei de correr na rua e não aguentava ver os banners de propaganda." Por isso, decidiu mandar uma reclamação sobre o assunto para o administrador da região na época. Foi ignorado e começou a enviar diversas queixas sobre o mesmo assunto até ser ameaçado com um processo por perturbá-lo. "Como nada foi resolvido, levei um "bolo" de anúncios arrancados por mim até lá", lembra. Uma reunião foi marcada com o subprefeito da época e o problema começou a ser resolvido.

"Percebi que, quando a reclamação é feita de maneira organizada e educada, dá resultado", diz Ignacio. Hoje, ele mora na zona sul e continua com o mesmo hobby, agora com um blog criado em 2007, onde posta mensagens sobre os problemas da capital (mudandosaopaulo/blogspot.com). Mas Ignacio não deixa de registrar suas queixas na Prefeitura. Buraco de rua, luz apagada à noite ou acesa durante o dia, árvore que precisa de poda não passam despercebidos. "Se você vê e nada faz, então você é pior que aquele que nem olha para a cidade", diz Ignacio em seu site.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.