Últimos trens da Linha 4 do Metrô de SP chegam ao País

Lote inicial de 14 composições foi fabricado na Coreia do Sul; segundo o presidente do Via Quatro, operação entre Faria Lima e Paulista vem ocorrendo sem problemas

Daniel Gonzales, do estadão.com.br,

29 de julho de 2010 | 13h39

 

SÃO PAULO - Os três últimos trens do lote inicial de 14 composições da Linha 4 - Amarela do Metrô paulistano (hoje operando com as estações Paulista e Faria Lima, mas que futuramente ligará a Luz à Vila Sônia) já estão no País, em um navio que os trouxe desde a Coreia do Sul, onde foram fabricados. Eles devem desembarcar no Porto de Santos até o fim desta semana, de onde seguirão por carretas até o Pátio Vila Sônia, na zona sul da capital, onde serão montados e passarão por testes.

 

Dos 11 trens que já estão nos trilhos, cinco composições estão operacionais e vem transportando passageiros diariamente entre as duas estações. De acordo com Luís Valença, presidente do Consórcio Via Quatro, operador da Linha, a média diária vem sendo de 11 mil passageiros transportados - "acima da nossa expectativa no início", diz ele.

 

As duas próximas estações da Linha 4 (Butantã e Pinheiros) devem, segundo Valença, ser inauguradas em novembro deste ano. E, para que a primeira fase fique completa, faltarão outras duas (República e Luz), a serem abertas até abril de 2011.

 

De acordo com Valença, a operação da linha, que conta com uma série de novos sistemas, como as portas de plataforma e os trens com tecnologia driverless (sem condutor) vem correndo sem problemas. "Apenas pequenos ajustes foram feitos", diz.

 

Mais conteúdo sobre:
MetrôLinha 4trensCoreia do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.