Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2011 | 00h00

Quando o jornalista Roberto Pompeu de Toledo trocou o cargo de correspondente de revista em Paris pelo de editor executivo de jornal no Rio, logo ganhou apelido na redação: "Morumba". Era um modo carioca de reverenciar a origem quatrocentona do coleguinha, cuja família dá nome e sobrenome ao estádio do Morumbi - Cícero Pompeu de Toledo, para os íntimos.

Sem querer melar o negócio de R$ 300 milhões que o Corinthians estaria fechando para batizar o Itaquerão com a marca de um grande banco, vale lembrar o seguinte: nome de estádio de futebol no Brasil é apelido, quem dá é a torcida! Ainda que as homenagens de praxe sejam prerrogativas oficiais, para efeito de marketing a chancela escolhida em gabinetes não tem tanto valor.

Familiares de Mário Filho e José de Magalhães Pinto teriam jogado dinheiro fora se tivessem pago uma fortuna para emplacar o nome de seus entes queridos no Maracanã e no Mineirão, respectivamente.

O banco que comprar o direito de nomear a nova arena do Timão deve levar isso em conta. Ou, depois, não reclama se, na contramão do pretendido, o apelido do estádio colar em algum herdeiro da banca. Será que um dia vão chamar o Waltinho Moreira Salles de "Itaquerão"?

Agarra-agarra!

As ativistas da Femen, organização de defesa dos direitos da mulher na Ucrânia, ainda não se deram conta, mas a polícia de Kiev está adorando o corpo a corpo com elas só de shortinho e topless em protestos de rua durante o verão. A Scotland Yard morre de inveja!

Sem brilho

A parada de 7 de Setembro em Brasília terá neste ano pelo menos duas grandes baixas: Dona Marisa e Nelson Jobim vão fazer falta na plateia.

Teoria da relatividade

A umidade relativa do ar em Brasília chegou tarde dessas a 10%, ou seja, está mais baixa que comissão de lobista no Congresso.

Micobama

Fala sério: tem coisa mais provinciana que o Obama chegando de ônibus num quintal de Cannon Falls para discutir a crise econômica americana com donas de casa de Minnesota? Depois reclama quando é rebaixado!

Fiança voadora

O caso do pagamento de fiança com cheque sem fundos no Amapá põe em risco a confiabilidade do recurso alternativo à prisão preventiva estabelecido na nova lei penal. Capaz de já ter juiz por aí aceitando pré-datado, ticket refeição, vale-transporte, aparelhos eletrônicos seminovos...

Fabuloso

Enfim uma boa notícia para a torcida do São Paulo: Luís Fabiano já está andando! Não é nada, não é nada...

Azar o deles!

Não sei se isso ajuda no retrospecto do time do Mano Menezes, mas como partiu do Cairo o pedido de cancelamento do amistoso Egito X Brasil, inicialmente marcado para o dia 6 de setembro, talvez a CBF possa negociar com a Fifa a primeira vitória da seleção por W.O.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.