Tutty Humor

A morte e a morte de Amy Winehouse

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

26 Julho 2011 | 00h00

Não se pode exigir luto bem-comportado sabendo-se, de antemão, que adivinhar a data da morte da falecida era pretexto de um bolão de seus fãs na internet. Quem acertasse ganharia - de brincadeirinha, claro! - um iPod touch. Por essas e por outras, a tragédia anunciada de Amy Winehouse dispensa a habitual contrição dos obituários.

O comentarista esportivo Milton Neves, por exemplo, sentiu-se liberado para soltar no Twitter uma piadinha lamentando que a cantora tenha partido "sem ver o Corinthians campeão da Libertadores".

Amy não é, decerto, exemplo para se exigir atitude politicamente correta de ninguém. Não à toa, as redes sociais servem em seu velório doses generosas de humor negro pouco comum à ocasião:

"Foi crack no que fez, levou seus fãs ao ecstasy, grande carreira, uma heroína, 2 CDs e muitos LSDs, do pó ela veio, ao pó voltará..." - daí pra baixo!

Nada tão de mau gosto quanto a retrospectiva que o Pânico na TV fez do quadro do programa que tem como clímax o espumar da cantora pelos cantos da cena!

Onde quer que ela esteja enchendo a cara no céu, tomara que lá não pegue a Rede TV! Ninguém merece homenagem assim!

Do mesmo time

Michael Jackson

morreu aos 50 anos, muito provavelmente, por engano! Tinha tudo para ser sócio atleta do tal clube de celebridades da música mortas aos 27 anos.

E o Paulão, hein?!

"CUNHADO NÃO É PARENTE!"

Geraldo Alckmin

Só o que faltava!

Um dia depois da morte de Amy Winehouse, os fãs da cantora foram surpreendidos com outra notícia impactante: Justin Bieber anunciou em seu Twitter que pretende "viver para sempre".

Boato infame

Antes de morrer, Amy não tomou nada que possa ter sido manipulado naquela famosa farmácia de Santa Bárbara D"Oeste. E não se fala mais nisso, ok?

Peralá!

Tem maconheiro por aí sustentando a tese de que o recurso de busca do Google desestimula a memória do ser humano! Pode?

Outro país

O Brasil mudou! Se o Lula ainda fosse presidente, já teria oferecido uma graninha emprestada pro Obama pagar a dívida pública dos EUA.

Querida amiga

Se o seu namorado vier com uma conversinha mole de procurar disco voador nos céus de Embu das Artes, na Grande São Paulo, faz o seguinte: acabe já com o relacionamento.

Cartão vermelho

Não se sabe ainda quem tomará a iniciava, se a funkeira Valesca Popozuda ou o ex-jogador Dinei, um deles vai dar um carrinho por trás no outro em A Fazenda 4. Repara só!

A fila vai andar

Quando, afinal, começa a faxina no Ministério do Turismo? Só se falava disso ontem na visita que Dilma Rousseff fez a Arapiraca (AL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.