Tutty Humor

Reage, pescador!

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2011 | 00h00

Por muito menos, os bombeiros do Rio entraram em greve, invadiram quartel, foram presos, rasparam a cabeça e permanecem mobilizados em resposta ao descaso das autoridades com a categoria.

A situação dos pescadores em todo o País não é, convenhamos, menos humilhante. Nada pessoal contra o novo ministro da Pesca, mas, afora o olhar de peixe morto, fala sério, que diabos o tal Luiz Sérgio tem a ver com a atividade?

Parece mentira que, desde a criação da pasta em 2009, ninguém do ramo jamais tenha se manifestado, ainda que só para jogar conversa fora, sobre a nomeação deste ou daquele ministro.

O perigo de os pescadores se insurgirem de repente contra a escolha de Luiz Sérgio é dar a entender que estão com saudades da Ideli Salvatti. Vai que o governo resolve desfazer a troca para agradá-los, já pensou?

Precisa também muito cuidado para não dar a impressão de que estão reclamando de barriga cheia, uma vez que o pessoal que trabalha com turismo nunca se queixou publicamente do ministro que tem. Vai que o governo decida transferir o Pedro Novais para a Pesca, já pensou?

Pensando bem, melhor deixar quieto! Vai pescar, vai!

Fora, Sorrisão!

Há muito tempo, talvez desde o advento do Galvão Bueno, a TV Globo não inventava nada tão chato em transmissões esportivas: será que a tal promoção "João Sorrisão", que premia com um boneco inflável o jogador que comemorar seu gol movimentando-se feito joão-bobo em ritmo de funk, vai durar até o fim do Brasileirão? Não à toa, ganha força na internet o bordão "Cala boca, Sorrisão!" Particularmente, eu prefiro o Galvão!

Jargão do ramo

"E AÍ, PEIXE?!"

Luiz Sérgio, ministro da Pesca, ao cruzar ontem com Romário em Brasília, querendo mostrar intimidade com suas novas funções.

Dureza

A família de Antonio Palocci teme que o pior ainda esteja por vir! Daqui a uma semana ninguém mais vai aturá-lo o dia inteiro em casa!

Tá sentindo?

O metrô de São Paulo está investigando a origem do cheiro de urina que não advém do xixi em seus novos trens. Quem já experimentou o problema garante que a sensação de asfixia em vagões vazios é pior que a tradicional falta de ar a bordo em horários de rush.

"Querido, eu?"

Os elogios pessoais de autoria atribuída a Dilma Rousseff no site em homenagem aos 80 anos de FHC deixaram o ex-presidente com uma pulga atrás da orelha. Quem lhe garante que a carta não foi escrita pelo Serra?

"Lésbica, eu?"

Para se ter ideia da confiabilidade da informação circulante na internet, um gaiato americano assumiu ontem nos Estados Unidos a autoria dos textos creditados até o último fim de semana a uma blogueira lésbica presa na Síria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.