Tutty Humor

A rave da Praça Tahrir

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2011 | 00h00

Agora que a vida vai voltando à normalidade no Egito, capaz de as pirâmides ficarem às moscas por um bom tempo. Todo turista que desembarcar na cidade do Cairo vai querer conhecer primeiro o grande palco das manifestações populares que derrubaram o faraó Mubarak. Não à toa, ontem, o ponto continuava sendo disputado a tapas por gente disposta a manter permanente a rave da Praça Tahrir.

Os 18 dias de agito no Egito transformaram o local em um dos endereços mais conhecidos no mundo. Ir ao Cairo e não pôr os pés na Praça Tahrir é como passar o domingo no Vaticano e não ver o papa na Praça de São Pedro. Não tem a Piccadilly Circus em Londres, a Piazza Navona em Roma, a Praça Vermelha em Moscou, a Place de la Concorde em Paris, a Praça da Paz Celestial em Pequim? Pois, então, no Cairo - quem não sabe? - tem a famosa Praça Tahrir.

Como em toda jovem democracia, logo surgirão por lá camelôs, engraxates, malabaristas de cruzamento, seguradores de placas, flanelinhas de camelos, desocupados, parada gay, marcha da maconha, enfim, a festa da democracia está só começando no Egito.

Dúvida cruel

Amigos de Ronaldo Fenômeno questionam entre si, discretamente, se ele não deveria continuar ao menos treinando três vezes por semana no Corinthians? Parar de jogar engorda, né?!

Overdose de verve

Onde quer que tenha sido alcançado pelo noticiário sobre a aposentadoria de Ronaldo, Armando Nogueira deve estar orgulhoso com a quantidade de herdeiros que deixou na crônica esportiva e, ao mesmo tempo, preocupado com o delírio literário frequentemente praticado por seus discípulos no adeus ao Fenômeno. A turma anda exagerando na poesia, repara só!

Eu, hein!

Ronaldinho Gaúcho não entendeu a decisão do xará Fenômeno. Ele também parou de jogar faz tempo, mas nem por isso largou o futebol.

Troca de aliança

Chega a ser comovente a disposição de Gilberto Kassab para encontrar um bom partido que o queira. O prefeito não quer ficar pra titio no DEM!

Vida de celebridade

Ainda não ficou muito claro por que a lindíssima modelo Isabeli Fontana submeteu-se em laboratório de São Paulo a procedimento de retirada de células-tronco, mas, se uma gota do material recolhido for a leilão na internet, capaz de render uma fortuna.

Nada é pra já

Chico Buarque anda dizendo por aí que começa a trabalhar seu novo CD em estúdio a partir de abril. O pessoal da gravadora desconfia que seja primeiro de abril.

Ô, raça!

Tinha torcedor do Corinthians que dia desses atirou pedra no ônibus do clube chorando copiosamente na despedida do Fenômeno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.