Tutty Humor

Pela volta do carnaval a fevereiro

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2011 | 00h00

O problema do carnaval em março é a vizinhança com o Dia Internacional da Mulher numa época em que a emancipação feminina valoriza mais os seios de silicone do que os sutiãs queimados em praça pública no decorrer das lutas pela igualdade de gêneros. Cá pra nós, fica muito difícil exaltar o papel da mulher no avanço da humanidade com elas peladas, rebolando daquele jeito na TV.

Terça-feira gorda no Brasil, convenhamos, não é ocasião apropriada para celebrar uma data originada em manifestações de operárias russas por "Pão e Paz" às vésperas de 1917. No Ocidente, o 8 de março homenageia 130 tecelãs trancadas e carbonizadas dentro de uma fábrica de tecidos na Nova York do final do século 19, durante repressão a movimento grevista por melhores condições de trabalho. Por mais que, no Rio, os desfiles das escolas de samba em 2011 estejam irremediavelmente marcados por outro incêndio, brincadeira com fogo tem hora.

Imagina o constrangimento de Dilma Rousseff, logo no seu primeiro pronunciamento à Nação como presidente no Dia Internacional da Mulher, dividindo a atenção dos queridos brasileiros e brasileiras com a passagem do bloco Calma, Calma, Sua Piranha. Isso tem de mudar!

Papo de pescador

Que tanto conversaram ontem em São Paulo a ministra Ideli Salvatti e o governador

Geraldo Alckmin. Aí tem!

A inveja é uma...

Já tem gente em Salvador cogitando tocar fogo nuns trios elétricos pra divulgar a garra do carnaval da Bahia na mídia nacional. Só se fala disso na quadra da Portela!

O doce esporte nacional

Uma derrota do Brasil hoje no Stade de France pode reaproximar o torcedor de sua seleção. Desde a saída de Dunga, a galera não tem chance de fazer o que mais gosta, ou seja, vaiar o técnico da CBF. Aguarda pacientemente que Mano Menezes dê motivos para ser chamado de "burro".

PaTrono

Lula reassume hoje em Brasília, durante a festa de 31 anos do PT, a presidência de honra do partido. É o mesmo título dos bicheiros nas escolas de samba do Rio.

Sem foco

Escândalo sexual na Argentina confirma: Nestor Kirchner ficou daquele jeito, coitado, quando ainda presidente mantinha um olho na primeira-dama e o outro na secretária.

Segredo de Estado

Amigos de Solange Vieira, a coisa mais fofa do governo Lula, guardam a sete chaves informações sobre dia, hora e local do bota-fora na Anac da coisa mais fofa do governo Lula.

Ô, raça!

Turista é um bicho engraçado: espera até quatro meses pela expedição de um passaporte na Polícia Federal e, depois, quer quebrar o aeroporto por causa de umas horinhas de atraso no voo.

Pior que o Sol

Choveu no Rio um único dia nas últimas três semanas, mas o calor na cidade só vai ficar insuportável quando o xixi dos foliões dos blocos pré-carnavalescos começar a ferver no asfalto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.