Tutty Humor

"Sou, mas quem não é?"

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

16 Dezembro 2010 | 00h00

Não convidem Gilberto Kassab e Sérgio Cabral para a mesma mesa! O governador do Rio deu agora pra perguntar pros outros, sem mais nem menos, "quem aqui não teve uma namoradinha que teve de abortar?" - assim, na lata! Nem a Marta Suplicy foi tão inconveniente com o prefeito de SP, que não merece ser de novo submetido a esse gênero de constrangimento público. Ninguém merece!

A pergunta de Cabral é, além de indiscreta, dúbia. Afinal, ele está querendo saber quem já teve uma namoradinha que passou por uma clínica de aborto durante a relação ou - menos provável, porém passível de interpretação no texto - quem, um dia, não teve que abortar uma namoradinha pra ficar com outra? Seja como for, não o convidem para a mesma mesa do Kassab.

O governador tem todo direito de combater a hipocrisia política com revelações íntimas, mas daí a se justificar pela prática generalizada do troço, peralá! Não pode sair por aí questionando quem nunca fumou maconha, quem nunca dirigiu pelo acostamento, quem nunca brincou de médico com alguém do mesmo sexo... Deve ter muito leitor desse jornal que nunca fez aborto com a namoradinha, e ninguém tem nada com isso, certo?!

Dúvida cruel

Ao desaconselhar atividades sexuais a torcedores gays em visita ao Catar durante a Copa de 2022, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, não esclareceu se pega mal soprar a vuvuzela do parceiro em público.

Caso de polícia

Eleito ontem presidente da Câmara Municipal de São Paulo, o vereador Police Neto bem que poderia fazer jus ao nome no exercício do cargo. Há meses não se vota nada importante por lá.

Diversidade

Vem cá, não vai ter nenhum ministro gay no governo Dilma, não? Já tá bom de mulher, né?

Crime periférico

O 4.º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou dia desses uma forte concorrente ao prêmio Má Notícia Enganosa de 2011: "Brasília é a área do País com mais ladrões" não levou em conta as ações de furto aos cofres públicos na capital.

Sem fundo

Barack Obama trocou o cachorro-quente por salada na merenda escolar do americano. Isso quer dizer o seguinte: depois de perder o apoio da classe média, o presidente entra agora numa fase em que sua popularidade vai despencar também entre as crianças.

Onde foi que ele errou?

Primeiro o Maluf, depois o Garotinho... Será possível que só o Jader Barbalho não consegue limpar sua ficha, caramba?

Mal comparando

Hebe Camargo inventou um jeito convincente de dizer à Rede TV! que merece ganhar mais de R$ 360 mil por mês: "Se me pagarem um pouquinho mais do que pagam à Eliana, já tá ótimo, viu?!"

Sem perdão

Se, como diz o filósofo Muricy Ramalho, "a bola pune", alguém do Internacional deve ter pisado muito nela pra merecer a pena máxima!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.