Tutty Humor

A virada da Verônica

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

04 de setembro de 2010 | 00h00

Ainda que sem entender direito o bate-boca em torno da lambança na Receita Federal, já tem muito eleitor revoltado com "tudo isso que aí está" decidido a votar na filha do Serra. Parece mesmo a melhor pessoa de toda essa história! Apresentada no Horário Eleitoral Gratuito como mulher ficha limpa, trabalhadora, mãe de três filhos, Verônica tem, segundo o próprio pai, o mérito que falta aos candidatos em geral: "Ela nunca se meteu com política!"

A quebra de sigilo fiscal que a fez popular acabou revelando alguém verdadeiramente confiável nesse mar de tiriricas fazendo marolinhas na propaganda política de todo santo dia. Verônica não promete nada, não diz besteira, não faz campanha, a rigor nem aparece na TV. Todo mundo a reconhece como vítima, daí a identificação imediata do eleitor com a não-candidata dos tucanos.

Se as eleições fossem hoje, Verônica Serra só não estaria eleita porque não é candidata a nada. Não quer ou, vai ver, não imaginou que os aloprados fossem estúpidos a ponto de tentar outra vez. Atacar a inteligência desse jeito, francamente, só engrandece o adversário.

Resta saber se, a exemplo do que acontece com a Dilma graças ao Lula, vai ter gente votando no Serra por causa da Verônica!

Marca registrada

O problema das fotos em 3D da musa paraguaia Larissa Riquelme na Playboy de setembro é o susto com aquele celular que ela carrega entre os seios pulando na direção do leitor no primeiro folhear da revista. Fique esperto! Depois não diga que não avisei!

Aquilo roxo

O Show do Centenário não tem data para terminar! Washington Olivetto disse ontem a amigos que a tenista Maria Sharapova estaria disputando o US Open com figurino roxo em homenagem ao Corinthians. Pode?

Nicho eleitoral

Não sei como nenhum candidato teve ainda a ideia de prometer lutar pela anistia para quem comprou carteira de motorista e, por isso mesmo, será indiciado pelo Detran de São Paulo por falsidade ideológica. Não é nada, não é nada, são 1.880 votos!

Careta não dá!

Tony Blair confessa em suas memórias de ex-premier britânico que tomava umas e outras de vez em quando para segurar a onda no cargo. Tudo muito comedidamente. Só nos dias de encontro com o presidente Bush, ele bebia um bocadinho mais.

Huuummm!!!

Muricy Ramalho está - quem diria! - usando pulseira quântica. Parece que na torcida do Fluminense isso é supercomum.

Quem sabe?

A Ferrari está fazendo recall de um de seus modelos. Numa dessas, quem sabe Felipe Massa não sai com um carro melhor da fábrica! Vamos torcer, gente!

Vá com calma!

Restam ainda, depois desse, pelo menos mais quatro feriadões pra gastar até o fim do ano. A má notícia é que Natal e réveillon caem sábado e domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.