Tutty Humor

Felipe Massa: se chorar, apanha!

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2010 | 00h00

Se a Ferrari mandasse Felipe Massa, em vez de dar passagem, jogar seu carro contra o muro de proteção para favorecer seu companheiro de equipe, será que ele seria tão "profissional" quanto Nelsinho Piquet? O ex-piloto da Renault também obedeceu a ordens de equipe para beneficiar o mesmo Fernando Alonso no GP de Cingapura, em 2009.

Tirar o pé do acelerador, como fez agora Massa na Alemanha, pode não ser tão sinistro quanto provocar acidentes em causa própria, mas é decisão moralmente desastrosa para a construção da imagem de um ídolo aspirante à vaga de Ayrton Senna. Pobre torcedor brasileiro: ainda não de todo recuperado do vexame de Barrichello abrindo caminho para Schumacher em 2002, não merecia assistir a esse filme de novo.

A lambança está feita, mas Felipe Massa pode ainda escapar do papel ridículo que a repetição da história lhe destina. Precisa, para isso, deixar de lado a pose de contrariadinho - com direito a tromba e tudo -, incompatível com o discurso de quem assume total responsabilidade pelo procedimento cafajeste da Ferrari.

Nem o Muricy Ramalho, que tinha até mais motivo para isso, fez beicinho quando o Fluminense mandou que ele deixasse o Mano Menezes passar sua frente na corrida pela seleção.

Troca-troca

A separação de Cláudia Raia e Edson Celulari abriu oficialmente a chamada janela de transferência no mundo das celebridades. O publicitário brasileiro Lorenzo Martone também não está mais com o estilista americano Marc Jacobs. Vemmais por aí!

Mal comparando

"O meu Rubinho é melhor que o seu!"

Fernando Alonso, comentando com Michael Schumacher o desempenho de Felipe Massa, seu companheiro de equipe na Ferrari

Calmo demais

Pelos cálculos de um jornalista veterano em coberturas da seleção, na próxima entrevista do técnico Mano Menezes na CBF a imprensa já vai começar a se irritar com tanta serenidade. A coletiva de ontem parecia uma missa!

Liga não!

Não importa se Hugo Chávez está no cio ou com TPM, vai passar! Quanto menos atenção lhe derem, melhor pra todo mundo.

Pensam logo naquilo

A musa paraguaia Larissa Riquelme foi assaltada no domingo passado em Ipanema. Será que ninguém avisou a ela que não se pode ficar dando mole com o celular entre os seios no Rio?

Só o que faltava

Carla Bruni continua dando apoio a Nicolas Sarkozy? Há controvérsias! Tem quem aposte na França que, na onda de renúncias no primeiro-escalão do governo, a primeira-dama também estaria demissionária no Champs-Elysées.

Debate político

De verdadeiramente técnico na atual campanha eleitoral, francamente, só o empate entre os dois principais candidatos à Presidência. O resto é tudo de orelhada!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.