REGINALDO PUPO/AE
REGINALDO PUPO/AE

Turista vai encontrar maioria das praias limpa

Em São Sebastião, todas estão com bandeira verde; Santos é mau exemplo, com nenhuma

Reginaldo Pupo , ESPECIAL PARA O ESTADO

18 de fevereiro de 2012 | 00h06

Enquanto as 29 praias de São Sebastião estão limpas, todas as sete praias de Santos estão impróprias para banho neste carnaval. A comparação entre as duas cidades também pode ser estendida às regiões onde estão situadas. No litoral norte, os turistas vão encontrar apenas 11% das praias com bandeira vermelha. Na Baixada Santista e no litoral sul, o índice, porém, sobe para 38,4%.

Dos 164 pontos de medição de poluição nas praias, 38 (ou 23,2%) estão impróprios, segundo a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A esse resultado positivo no litoral norte deve ser somada a previsão de sol na região durante o feriado prolongado, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Sobram, portanto, motivos para turistas e foliões comemorarem.

São Sebastião aguarda 250 mil turistas neste carnaval. A cidade tem parte das praias mais badaladas do litoral paulista, como Maresias, Camburi, Baleia, Juqueí e Barra do Sahy - destinos certeiros no período de carnaval para quem foge principalmente da capital e do Vale do Paraíba. As praias atraem também turistas do interior paulista.

Os resultados da Cetesb surpreendem por colocar na condição de próprias praias que sempre são reprovadas em São Sebastião. Porto Grande, Pontal da Cruz, Cigarras e São Francisco - que neste ano recebe pela primeira vez o Carnamar, carnaval realizado no mar - costumam ter durante todo o ano níveis de coliformes fecais superiores a padrões internacionais. "Esse fato vai beneficiar principalmente as praias da costa sul, que são as mais procuradas pelos turistas", disse Eduardo Cimino, presidente da Associação Comercial e Empresarial de São Sebastião.

Contraponto. A situação, porém, é diferente nas demais cidades da região. Caraguatatuba, que aguarda 150 mil turistas neste fim de semana prolongado, tem quatro praias impróprias, de acordo com a Cetesb: Prainha, Indaiá, Cocanha e Tabatinga. As duas últimas têm condomínios de alto padrão.

Apenas as Praias de Itaquanduba e Itaguaçu estão com bandeira vermelha em Ilhabela. O município prevê a chegada de 60 mil turistas. Somam-se a eles mais 10 mil provenientes dos três transatlânticos que aportarão no arquipélago neste período.

Quem visitar Ubatuba, que aguarda 500 mil turistas, segundo a Secretaria de Turismo, deverá evitar entrar no mar nas Praias do Centro, Itaguá e Perequê-Mirim.

As mais procuradas da cidade também estão livres de bandeira vermelha, como Praia Grande, Lázaro, Enseada e Itamambuca.

Mais conteúdo sobre:
Carnaval 2012, praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.