Turista que morreu em navio após cruzeiro pode ter sofrido enfarte

Paranaense Gasparina das Neves, de 56 anos, morreu no sábado quando voltava de um cruzeiro pelo litoral fluminense

Zuleide de Barros, O Estado de S. Paulo

10 Abril 2012 | 18h58

SANTOS - A Polícia Federal de Santos acredita que a turista paranaense Gasparina das Neves, de 56 anos, que morreu na noite de sábado, no interior do navio Zenith, que voltava de um cruzeiro pelo litoral fluminense, com escala em Búzios, no Rio de Janeiro, tenha sido vítima de um enfarte fulminante.

A passageira sentiu-se mal na noite de sábado, sendo atendida, de imediato, pelo departamento médico da embarcação. Ela queixou-se de dificuldade respiratória, por volta das 19h30. Gasparina recebeu massagem cardíaca, depois de ser medicada, mas foi a óbito. Segundo informou o delegado Sandro de Paula e Silva, familiares da turista relataram histórico de problemas cardíacos. Ela, inclusive, tomava medicamentos para o coração.

O corpo da passageira chegou no domingo ao Porto de Santos, sendo encaminhado para o Instituto Médico-Legal, que dentro dos próximos dias deverá revelar a causa da morte. Durante a temporada de cruzeiros, no ano passado, três pessoas morreram a bordo dos transatlânticos que desembarcaram em Santos. A movimentação de passageiros no terminal santista, neste ano, tem chamado a atenção nos dias que antecedem as festas de final de ano. Famílias inteiras têm embarcado com destino ao litoral do Nordeste, do Rio de Janeiro, de Santa Catarina e de Buenos Aires, na Argentina, e Punta del Este, no Uruguai, para passar o Natal a bordo. Só neste fim de semana, mais de 30 mil turistas passaram pelo complexo de passageiros Giusfredo Santini, congestionando as instalações portuárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.