Turista que for à Baixada Santista poderá conhecer oito cidades pagando apenas R$ 10

Neste verão, visitante poderá usar os ônibus que fazem sete percursos diferentes e interligados

Agência Brasil,

29 Dezembro 2011 | 21h23

SÃO PAULO - Até o início de fevereiro os turistas que escolherem a Baixada Santista poderão visitar oito municípios da costa, de Bertioga a Peruíbe, pagando apenas R$ 10. Entre as atrações da região, ele poderá conhecer, por exemplo a Casa Martim Afonso, fundador da primeira vila do Brasil. Com uma única passagem, o visitante poderá usar, por dois dias, quantas vezes quiser, os ônibus do Roda SP, projeto da Secretaria de Turismo do estado. São 32 pontos disponíveis para embarque.

As linhas passam por Peruíbe, Mongaguá, Itanhaém, Praia Grande, São Vicente, Santos, Guarujá e Bertioga. As passagens podem ser adquiridas na Praça da Biquinha, em São Vicente, e dentro dos ônibus do programa. Durante os deslocamentos, um guia conta a história dos principais atrativos das cidades. Os textos são disponíveis em português, inglês e espanhol.

"Quando você compra a passagem, você recebe uma pulseira que vai valer por dois dias consecutivos. O projeto visa a que as pessoas conheçam as oito cidades do litoral", destaca Mariana Morato, coordenadora do projeto e diretora de Desenvolvimento do Turismo da Secretaria de Turismo.

Os ônibus do projeto fazem sete percursos diferentes e interligados. São divididos por cor: A Linha Amarela, por exemplo, tem saídas programadas de 45 em 45 minutos, das 9h às 16h45. O itinerário começa em São Vicente, na Biquinha, passa pelo teleférico da cidade, pelo monumento de Oscar Niemeyer, na Ilha Porchat, pela Praia do Gonzaga e o Aquário de Santos até a balsa que dá acesso ao Guarujá.

Na Vermelha, os ônibus saem do Forte São João, em Bertioga, na balsa que liga a cidade ao Guarujá, passa pelo Sesc e termina a viagem em Riviera de São Lourenço. O funcionamento ocorre às terças, quintas, sextas-feiras e aos domingos, de hora em hora, das 9h às 17h.

"A gente não tem muito essa cultura do turismo entre cidades. Aqui a gente tem a cultura de fazer city tour. No Roda São Paulo, você embarca e desembarca quantas vezes quiser e a viagem e o tempo quem escolhe é o turista", diz Mariana Morato.

Mais conteúdo sobre:
Baixada Santista verão Roda SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.