Turista inventa furto de bagagem no Rio e é preso

O japonês Takuya Nemoto, de 26 anos, foi preso ao tentar aplicar o golpe do seguro da bagagem na polícia do Rio. Na quarta-feira, ele procurou a Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat) para registrar o furto de um laptop e um celular avaliados em US$ 3,5 mil. Mas os policiais encontraram o equipamento no hotel onde ele estava, no centro.

Pedro Dantas, O Estado de S.Paulo

11 Março 2011 | 00h00

Constrangido, Nemoto pediu desculpas ao jornalistas ao ser apresentado ontem à imprensa.

O mochileiro estava em uma viagem ao redor do mundo desde o dia 7 e o plano era seguir hoje para a Espanha. Mas ele foi levado para uma cela na Polinter (Divisão de Capturas da Polícia do Rio) do Grajaú, na zona norte. O Consulado japonês acompanha o caso.

Não é a primeira vez que jovens estrangeiros tentam aplicar o golpe. Em 2009, as inglesas Rebecca Turner e Shanti Andrews, ambas de 23 anos, foram presas e condenadas em primeira instância, mas o Tribunal de Justiça as liberou para voltar à Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.