Turista argentino é morto durante assalto

Um turista argentino foi assassinado por um assaltante brasileiro em Florianópolis, na madrugada de ontem. Segundo a imprensa argentina, Raúl Alberto Baldo, que estava acompanhado da mulher e de dois filhos (de 11 e 14 anos), foi baleado ao reagir ao roubo de seu carro. O argentino, de 48 anos, era primo do chefe da Polícia Federal da Argentina, Enrique Capdevila. Por volta de 1h, a vítima e a família chegaram à Praia de Canasvieiras, segundo um jornalista local. "Procuravam hotel e pararam para olhar a praia quando ocorreu o assalto."

, O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.