Tumulto na Fundação Casa deixa dois feridos no interior de SP

Desentendimento entre adolescentes e dois funcionários, na semana passada, teria motivado o motim; cinco funcionáriso foram feitos reféns

Priscila Trindade, Central de Notícias

05 de maio de 2011 | 13h45

SÃO PAULO - Menores infratores da Fundação Casa (ex-Febem) mantiveram cinco funcionários reféns durante um tumulto na noite de quarta-feira, 4, na Unidade de Internação Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

 

Dois dos funcionários ficaram feridos e foram encaminhados a um hospital do município. A confusão, iniciada por 30 adolescentes às 20 horas, só foi controlada às 23h15.

 

O motivo do tumulto, segundo o diretor da Divisão Regional Norte (DRN), Roberto Damásio, teria sido um desentendimento entre alguns adolescentes e dois funcionários, ocorrido na semana passada. De acordo com o diretor, os adolescentes não apresentaram reivindicações.

 

A Fundação Casa informou que será aberto um boletim de ocorrência e que todos os jovens envolvidos no tumulto farão exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). Uma sindicância será aberta pela corregedoria da Fundação para apurar o fato. A assessoria de imprensa da instituição disse ainda que a situação na unidade estava normalizada nesta manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.