Rafael Dias
Rafael Dias

Tudo de doce que houver nessa vida

Conheça sugestões de doces, docinhos e doçarias para escapar da mesmice; ah, aproveite e leve a sua mãe

Daniel Fernandes, São Paulo

23 de maio de 2019 | 18h01


Oi pessoal, tudo bem? Espero encontrar todos bem, afinal, ficamos quase duas semanas sem o nosso encontro habitual. 

Precisei me ausentar da Supercoluna para tirar do papel um evento muito bacana que vamos realizar, em parceria com a FAAP, sobre ansiedade. É preocupante saber que 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade e que a depressão afeta 5,8% das pessoas. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Talvez pensando nas pessoas que sofrem desses males é que me veio a ideia da coluna desta semana: falar de docinhos, doçarias, do que há de mais suave na vida. Não, eu não acho que deve-se tratar esses problemas com doces, mas garanto a vocês que essas sugestões, de alguma forma, podem preencher o vazio que vez ou outra todos sentimos: seja na alma, seja no estômago.

Vamos nessa?

Já vou apelar logo de cara. A nossa sempre intrépida Lucinéia Nunes, do Divirta-se, acaba de nos presentear com uma seleção muito legal de pudins para provar em São Paulo. Um roteiro, que como ela mesma falou, vale cada colherada. Tem o ‘Pudim na Lata’ do Holy Burger, o pudim sem furinhos do Conceição Discos & Comes.... a lista é pra lá de tentadora. Mas se você é daqueles menos sutis e, por exclusão, mais ousados quando o assunto é sobremesa, a dica é conferir uma lista de opções gigantes que misturam, em uma única taça, tudo que há de mais doce e de bom na vida.

E vamos combinar. Pode até não ser para comer depois de uma refeição completa, mas quem em sã consciência consegue resistir a um bolo de chocolate. Eu lembro que a minha mãe fazia um delicioso, toda quinta-feira. Sentávamos na cozinha, cada um com seu pedaço e uma enorme xícara de café. Às vezes não falávamos muita coisa. Mas essas tardes ficaram para sempre na minha memória (Nota mental: deixar de ser um filho desnaturado e levar a mãe para conhecer uma dessas casas). 

E por falar em chocolate, vale a pena dar uma lida nesta matéria do Paladar que mostra como as confeitarias, atualmente, abrem as portas para o chocolate bean to bar nacional. E já que estamos no Paladar, não custa nada contar para você, assim como quem não quer nada, que o nosso espaço de gastronomia tem à disposição nada mais nada menos que 332 receitas de doces – do abacaxi assado com especiarias e sorvete de coco ao soufflé gracé é tudo uma perdição (Nota mental 2: será que não é o caso de tentar fazer uma sobremesa para a sua mãe também?).

Bem, seja como for, muito do doce da vida depende de nós.

Qual o doce da sua vida? Eu quero saber..... coloca aí nos comentários para a gente começar uma conversa por lá também.

Tudo o que sabemos sobre:
FaapPaladardocechocolateconfeitaria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.