André Lessa/AE
André Lessa/AE

Tucuruvi faz desfile luxuoso e sem erros

Terceira escola a desfilar na madrugada deste sábado no sambódromo do Anhembi, a Acadêmicos do Tucuruvi trouxe muita cor e carros alegóricos luxuosos para o desfile de São Paulo. A escola, que apresentou o enredo “Oxente, o que seria da gente sem essa gente? São Paulo: a capital do Nordeste!”, não conseguiu empolgar o público, mas fez um uma apresentação “sem erros”, como definiu o presidente da agremiação, Hussein Abdo El Selam, mais conhecido como Jamil.

Wladimir D’Andrade, Agência Estado

05 Março 2011 | 08h59

“Da primeira à última ala, fomos perfeitos”, garantiu. Antes de a Tucuruvi entrar na avenida, os puxadores do samba mencionaram ameaças que a escola recebeu por conta do enredo, que homenageia os nordestinos que migraram para São Paulo. Eles pediram que os integrantes da escola dessem as mãos em sinal de protesto.

Já no fim do desfile, o presidente da escola rechaçou o preconceito. “A gente mostrou que o preconceito não pode existir. Ainda mais entre os brasileiros”, disse Jamil. Após o oitavo lugar no ano passado, a expectativa é de que a Acadêmicos do Tucuruvi esteja no Desfile das Campeãs este ano. Para isso, a escola precisa ficar entre as cinco primeiras colocadas do carnaval de São Paulo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.