Troféu de Kaká não estava no templo; jogador casou no local

Prêmio de melhor do mundo da Fifa, que o jogador ganhou em 2007, ficou exposto no local por três meses

da Redação, estadao.com.br

19 Janeiro 2009 | 15h45

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 19, a Igreja Evangélica Renascer em Cristo informou que o troféu de Melhor do Mundo dado pela Fifa ao atual jogador do Milan Kaká, em dezembro de 2007, não estava no local, na tarde de domingo, quando o teto desabou. O meio campo brasileiro doou o prêmio à igreja, em fevereiro de 2008.   Veja também: Renascer alega que templo tem alvará de funcionamento Após desabamento em igreja, Kassab quer secretaria especial Liberado trânsito na Rua Lins de Vasconcelos Casal Hernandes divulga nota sobre desabamento Igreja Renascer divulga lista das vítimas do desabamento  Galeria de fotos: imagens do local e do resgate às vítimas   Segundo o comunicado, o troféu ficou no local por três meses, em exposição, e depois foi entregue à família do jogador. Quando soube do desabamento, Kaká teria ligado para os parentes para saber se algum familiar estava na igreja no momento do desabamento. Ele se casou no templo com a socialite Caroline Célico, em dezembro de 2005, quando recebeu várias estrelas do futebol.

Mais conteúdo sobre:
Igreja Renascer tragédia na Renascer

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.