Troca de abrigo já começou

A mesma concorrência que permitiu o retorno dos relógios de rua à capital prevê a reforma dos pontos de ônibus. A substituição começou em 17 de fevereiro. A empresa tem até três anos para trocar todos os pontos e, depois de 2015, vai instalar mil abrigos e 2,3 mil totens. A troca vai custar mais de R$ 636 milhões ao consórcio Pra SP; a Prefeitura não terá gastos. Segundo a concessionária, os 6,5 mil abrigos e 12,5 mil totens da cidade não recebem manutenção adequada desde 2007 e estão degradados.

O Estado de S.Paulo

03 Maio 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.