Trio assalta casa de Leão e leva relógio da Copa de 70

O técnico do São Paulo Futebol Clube, Emerson Leão, teve a residência assaltada anteontem, no Jardim Paulista, zona sul de São Paulo. Logo ao chegar em casa, às 16h15, Leão e a mulher notaram a casa aberta e foram na direção do quarto. Deram de cara com os bandidos, que fugiram por uma escada na parte de trás. Não houve confronto e o casal não sofreu nenhuma agressão.

DIEGO ORTIZ, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2012 | 03h02

De acordo com o técnico, a residência teve as duas portas principais arrombadas. "É uma sensação horrível chegar em casa e ver uma coisa dessas, ainda mais estando com a minha mulher junto, que presenciou tudo e ficou muito nervosa. Mas, infelizmente, todo brasileiro está sujeito a isso, e resta apenas esquecer que tudo aconteceu."

Leão registrou queixa no 15.º Distrito Policial, no Itaim-Bibi. Segundo o treinador, a casa ficou toda revirada e as gavetas dos quartos estavam jogadas no chão. Mesmo com a fuga apressada, os bandidos levaram dinheiro e joias de valor sentimental - que eram do pai do treinador e de sua sogra. Entre os bens, um relógio que Leão ganhou no título da Copa do Mundo de 70, de valor inestimável.

Na delegacia, Leão reconheceu os três ladrões, por meio de fotos. Na pressa, os bandidos deixaram no local uma mala com 25 itens levados para arrombar qualquer tipo de porta e até cofres. Após o susto, o treinador aproveitou o domingo para se recuperar. Hoje, retoma normalmente a rotina no clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.