Felipe Cordeiro/Estadão
Felipe Cordeiro/Estadão

PM mata quatro suspeitos de roubo em duas ocorrências em São Paulo

Um dos confrontos aconteceu na Marginal, na altura da Ponte Júlio de Mesquita Neto, e terminou com três mortes e um detido; o outro foi na zona leste

O Estado de S.Paulo

10 Março 2017 | 05h14
Atualizado 10 Março 2017 | 09h26

SÃO PAULO - Quatro homens suspeitos de praticarem roubos morreram em São Paulo em dois confrontos com a Polícia Militar entre a noite de quinta-feira, 9, e a madrugada desta sexta-feira, 10. Um policial ficou ferido.

Na primeira ocorrência, três homens que teriam roubado um veículo morreram e um quarto foi detido após um tiroteio com a PM na Marginal do Tietê, na altura da Ponte Júlio de Mesquita, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. O caso aconteceu no fim da noite desta quinta-feira.

A perseguição durou cerca de 10 minutos, até que o carro dos suspeitos bateu em dois veículos. Depois disso, houve troca de tiros com os PMs. Três suspeitos foram baleados. Nenhum policial ficou ferido. Duas faixas da pista expressa da Marginal do Tietê no sentido Rodovia Ayrton Senna ficaram bloqueadas por quase cinco horas. A liberação ocorreu pouco depois das 4 horas.

Zona leste. Durante a madrugada, por volta das 3h30, a PM matou outro suspeito em outra ocorrência em Itaquera, na zona leste da capital. De acordo com a corporação, policiais testemunharam um roubo contra um motociclista e tentaram prender os criminosos, que reagiram e feriram um agente. Ele foi socorrido ao Pronto-Socorro Santa Marcelina e seu estado de saúde não foi informado. O caso começou na Avenida João Batista Conti.

Com o reforço acionado, os suspeitos foram encontrados na Rua Sábbado D’Angelo, onde voltaram a trocar tiros com a PM. Um dos suspeitos foi baleado e, no Pronto-Socorro Planalto, morreu durante o atendimento médico de urgência. Sua identificação não foi revelada. 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Mesquita Tietê Ayrton Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.