Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Três suspeitos de matar estudante na zona leste são presos; polícia busca o 4º

Universitário foi assassinado com tiro na cabeça no portão de casa; entre os detidos está um menor, que seria o autor do disparo

Pedro da Rocha, Central de Notícias

16 Março 2011 | 09h35

SÃO PAULO - Foram presos, na manhã de terça-feira, três suspeitos de matar o estudante universitário e projetista Carlos Eduardo de Souza Garcia, de 24 anos, no portão da casa dele na Vila Alpina, zona leste da São Paulo. Ele morreu após receber um tiro na cabeça de um dos criminosos - que seria o menor - no último dia 8, terça-feira de carnaval.

 

Policiais civis do 56º Distrito Policial (Vila Alpina) localizaram, por meio de denúncias anônimas, um rapaz que confessou o crime. As investigações prosseguiram e a polícia conseguiu identificar outros dois suspeitos, que também foram detidos. Existe uma quarta pessoa envolvida, mas que ainda está foragida.

 

Crime. A família do estudante cedeu, dois dias após o crime, as imagens do assassinato gravadas pela câmera de segurança instalada no quintal da casa,

 

O vídeo mostra o estudante chegando em casa, abrindo o portão e sendo abordado por um dos três bandidos, que passavam pela rua. O criminoso armado entra no quintal, onde já está o estudante, e aponta um revólver para a cabeça de Carlos, que tentou encostar o portão mesmo com os outros dois criminosos na calçada.

 

Segundos depois, o assaltante armado, que teria desistido do roubo, passa novamente por Carlos e pelo portão e os três fogem, mas, no momento em que Carlos Eduardo fecha novamente o portão, o bandido armado volta e atira contra a cabeça do estudante, que ainda tentou se proteger agachando-se junto à parte de ferro inteiriça do portão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.