Caco Ferry - Apoio PM/Divulgação
Caco Ferry - Apoio PM/Divulgação

Três suspeitos de assalto morrem durante perseguição policial em Piracicaba

Caminhonete usada na fuga bateu de frente em uma carreta e capotou; mesmo após o acidente, houve troca de tiros entre os ocupantes do veículo e os policiais

José Maria Tomazela , O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 10h58

SOROCABA - Três suspeitos de assalto a uma casa morreram durante uma perseguição policial, na noite desta segunda-feira, 8, numa rodovia de Piracicaba, interior de São Paulo. A caminhonete usada na fuga bateu de frente em uma carreta e capotou. Mesmo após o acidente, houve troca de tiros entre os ocupantes do veículo e os policiais. Os suspeitos foram atingidos pelos disparos, mas nenhum policial se feriu. O motorista do caminhão ficou preso nas ferragens e foi levado com ferimentos graves para um hospital da cidade.

A perseguição começou após denúncia de um assalto a uma residência no Jardim São Paulo, em Limeira, cidade da região. Os suspeitos fugiram levando a caminhonete da família. A Força Tática do 36.º Batalhão da Polícia Militar iniciou a perseguição. A caminhonete com os suspeitos seguiu pela rodovia Deputado Laércio Corte (SP-147) em direção a Piracicaba. De acordo com a PM, quando as viaturas se aproximaram com os sinais luminosos acionados, numa praça de pedágio da rodovia, os suspeitos fizeram disparos contra os policiais. 

Ainda segundo a PM, houve troca de tiros, mas os suspeitos continuaram a fuga em alta velocidade até colidir com o caminhão e capotar a caminhonete no km 192, numa alça de acesso ao anel viário de Piracicaba. Mesmo com o veículo tombado, os suspeitos teriam feito novos disparos, segundo relatou à Polícia Civil o tenente Bruno da Costa, que estava no comando da ação. "Foram escutados mais disparos de dentro do veículo em direção aos policiais, o que motivou nosso revide", disse. O para-brisa da viatura ficou com marcas de tiros.

Conforme a PM, na caminhonete foram apreendidas duas armas, além de celulares e joias que teriam sido roubados da residência. Os corpos dos suspeitos, que até a manhã desta terça-feira, 9, não tinham sido identificados, foram levados para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Piracicaba. Conforme a Polícia Civil, os laudos devem indicar se as mortes foram ocasionadas por ferimentos decorrentes do acidente ou pelos disparos feitos pelos policiais.

As armas encontradas com os suspeitos foram apreendidas para perícia. Já as armas usadas pelos policiais também serão periciadas. O motorista do caminhão foi levado pelo serviço de resgate do Corpo de Bombeiros para o Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC), de Piracicaba. Até a manhã desta terça não havia informação sobre o estado de saúde dele.

Mais conteúdo sobre:
Piracicaba [SP]assalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.