Três são presos após arrastão em estacionamento na Lapa

Dois dos três carros levados foram recuperados pela polícia logo após o roubo; terceiro veículo foi abandonado

Daniela do Canto, Jornal da Tarde

09 de outubro de 2008 | 21h11

Três homens foram presos na noite de quarta-feira, 8, acusados de praticarem um arrastão minutos antes em um estacionamento na Lapa, na zona oeste. Eles foram encontrados por PMs enquanto tentavam fugir pela Rodovia Anhangüera, com dois dos três carros roubados: um Astra e uma EcoSport.  Houve perseguição e o Astra chegou a capotar no km 15 da rodovia, depois de bater em um Toyota Corolla. Ninguém ficou ferido. O terceiro carro levado na ação dos bandidos, um Honda Civic, foi encontrado pouco depois pela PM no Jardim Nardini, também na zona oeste, onde foi abandonado por um dos integrantes da quadrilha, que conseguiu escapar da polícia. De acordo com o manobrista do estacionamento, que pediu para não ser identificado, por volta das 19h dois dos assaltantes foram até o local, na Rua Domingos Rodrigues, pedir informações sobre uma escola próxima. Desconfiado, ele respondeu as perguntas sem abrir o portão. "Mas daí chegou um cliente e eu tive de abrir, foi a hora que eles entraram", contou.  O manobrista e o cliente foram levados até a recepção do estacionamento. Neste momento, chegou o terceiro integrante da quadrilha. Segundo as vítimas, o quarto bandido aguardou a ação dos colegas - que durou menos de cinco minutos - do lado de fora do estacionamento. Em meio ao roubo, um segundo cliente chegou ao estacionamento e também foi levado à recepção.  Foram presos: Diego Alves da Silva, Arlesson Muniz Lopes, e Jámerson Erik Nunes Souza, todos com 19 anos. Com eles, foi apreendido um revólver calibre 38. Os PMs acreditam que os presos são responsáveis por vários roubos na Lapa. Os três já têm passagens por roubos e foram encaminhados ao 33º DP e autuados por roubo e formação de quadrilha.

Tudo o que sabemos sobre:
arrastãoroubopolíciaLapacarros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.