Três pessoas estão em estado grave após incêndio em Embu

Três feridos tiveram queimaduras no corpo e respiram por aparelhos

Carolina Spillari, Estado.com.br

30 Julho 2011 | 10h51

Cinco pessoas ficaram feridas no incêndio em uma empresa de combustível em Embu, cidade próxima a São Paulo, ocorrido na noite da sexta-feira, 29.

 

Quatro pessoas foram levadas para o Hospital Estadual Geral de Pirajuçara. Uma das vítimas, Cristiano, teve queimaduras leves. Ele está em observação e seu estado é estável.

 

Três outras pessoas estão em estado grave. Bruno, Luiz e Clayton estão respirando por aparelhos e têm queimaduras no rosto, braços e mãos. Clayton foi transferido para a unidade de queimados do Hospital do Servidor Público Estadual. Uma outra vítima foi levada ao pronto-socorro municipal de Taboão da Serra. 

O incêndio

 

O fogo atingiu a indústria química Old Flex no Parque Esplanada, em Embu das Artes,  por volta das 20h13. As chamas foram controladas por volta das 4h. A indústria produz, entre outros produtos, álcool em gel, e fica na Estrada São Judas, 369, perto da  Rodovia Régis Bittencourt, entre os municípios de Embu das Artes e Taboão da Serra.

 

Dos 13 tanques, com etanol e acetona, dois explodiram, quatro pegaram fogo e sete não sofreram danos. O incêndio não teve consequências maiores porque os tanques armazenavam álcool, material que se mistura com água.

 

A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) esteve no local para verificar os danos causados ao meio ambiente.

Na Estrada São Judas, cerca de 50 vizinhos da indústria tiveram que deixar as suas casas durante o trabalho dos bombeiros. A Rodovia  Régis Bittencourt chegou a ser interdita por cerca de duas horas perto do km 276. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.