Três perguntas para... Eva Wilma, atriz e moradora do Itaim-Bibi

1. A senhora luta há um ano pela preservação do quarteirão da cultura. Como recebe a notícia de que ele será preservado? Com muita alegria. Essa é uma vitória da sociedade, que se mobilizou para defender uma causa. Não são os moradores que ganham, mas o meio ambiente, a educação, a cultura e a saúde.

O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2012 | 03h01

2. A desistência da Prefeitura lhe surpreende? Não. Mas também estava bem otimista em função do processo de tombamento (em análise no Condephaat) e ainda por causa da posição da Justiça, que já barrou a venda. Essa decisão vai garantir que o ar que respiramos seja preservado.

3.A senhora acha que outros movimentos podem surgir? Sim, o nosso já foi baseado em movimento semelhante. As pessoas de bem devem se unir.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.