Três morrem em confrontos com policiais nas zonas leste e sul de SP

Outros três criminosos acabaram presos, um adolescente foi apreendido e seis homens estão foragidos

Bruno Lupion e Ricardo Valota - estadão.com.br,

19 de outubro de 2010 | 09h46

SÃO PAULO - Três homens foram mortos e um está internado em estado grave após diferentes confrontos com policiais na noite de segunda-feira, 18, em bairros da zona leste e sul da capital. No total, três criminosos acabaram presos, um adolescente de 16 anos foi apreendido e seis homens conseguiram fugir.

 

O primeiro caso ocorreu às 21 horas, na Avenida Vereador Abel Ferreira, na Vila Formosa. Um policial do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil chegava em casa de moto quando foi abordado por um assaltante a pé. O policial reagiu e baleou Bruno Vinicius Paleta Esteves, 21 anos, na barriga e nas pernas - ele está internado em estado grave no Hospital Tatuapé. O policial nada sofreu e o crime foi registrado no 30º Distrito Policial, na Vila Mariana.

 

Por volta das 22h30, policiais militares em patrulha flagraram um Corsa vermelho roubado na Rua Monsueto Campos de Menezes, em Cidade Carvalho. O motorista se negou a parar e houve tiroteio, segundo os policiais. Um dos fugitivos foi atingido e morreu no pronto-socorro Planalto, e dois conseguiram escapar a pé. No veículo foram encontrados um revólver calibre 32 e uma pistola.

 

Segundo a PM, o trio havia roubado momentos antes um Fiat Doblò e retirado o rádio do veículo, encontrado sobre o banco do Corsa. O Doblò estava abandonado na Rua Subragi, no Jardim Aurora, altura do nº 600, e seu proprietário reconheceu o ladrão morto como autor do roubo, segundo os policiais. O caso foi registrado no 64º Distrito Policial.

 

Uma hora depois, oito homens assaltaram uma pizzaria na Travessa Sons de Carrilhão, em São Mateus, mas a polícia chegou no momento em que a quadrilha deixava o estabelecimento e houve tiroteio. Um dos ladrões foi baleado e morreu no pronto-socorro Sapopemba, e os comparsas escaparam em um VW Polo prata. Durante patrulhamento ostensivo nas ruas do bairro, policiais encontraram os assaltantes, agora a bordo de um Fiat Tempra vinho. O carro foi atingido pela viatura e houve novo tiroteio, no qual um segundo ladrão foi baleado e morreu no pronto-socorro São Mateus.

 

Quatro criminosos conseguiram fugir. Alan da Cunha Silva, 20 anos, foi preso, e um adolescente de 16 anos apreendido. Com eles, os militares apreenderam três armas. Na primeira troca de tiros, um motoboy da pizzaria foi atingido na perna por uma bala perdida, e socorrido ao pronto-socorro São Mateus. O caso foi registrado no 49º Distrito Policial, em São Mateus.

 

Zona sul

 

Dois motoqueiros também foram presos após trocarem tiros com policiais das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) na região do Jabaquara, zona sul da capital. Segundo os militares, a dupla estava sem capacetes em uma moto com a placa dobrada na Avenida Cupecê e se recusou a parar. Eles foram perseguidos até a Rua Margarida Zingg, onde houve a troca de tiros.

 

Orlando Nunes Vieira, de 36 anos, foi baleado e socorrido ao pronto-socorro do Jabaquara, onde está internado sem risco de morte. Seu comparsa, Jonathan Nunes de Jesus, foi preso e encaminhado ao 35º Distrito Policial, no Jabaquara. Segunda a polícia, eles portavam uma pistola calibre 380, apreendida, e ambos já tinham passagens por roubo, receptação e porte de arma.

Tudo o que sabemos sobre:
crimezona lestezona sulpoliciais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.