Três morrem em acidentes nas estradas no interior de São Paulo

Tráfego foi tranquilo nesta quinta-feira nos sistemas Castelo-Raposo e Anhanguera-Bandeirantes, sem registro de congestionamentos

Chico Siqueira, Especial para O Estado

20 de novembro de 2014 | 19h17

ARAÇATUBA - Três pessoas morreram e uma ficou ferida em três acidentes ocorridos nesta quinta-feira, 20, em estradas do interior de São Paulo. Na Castelo Branco, uma mulher de 62 anos foi atropelada, na pista interior-capital, nas proximidades de Boituva. Em Itu, uma colisão transversal matou um motorista e feriu gravemente sua acompanhante e em Valinhos, um motociclista morreu, por volta de 1h15 da madrugada, ao sair de uma das pista da Anhanguera.

Por volta das 11h30, a aposentada Terezinha Félix dos Santos, de 62 anos, foi atropelada quando tentava atravessar a pista da Castelo. O motorista do Corsa Classic, com placas de São Paulo, disse que não conseguiu desviar. Terezinha chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Nenhuma das quatro pessoas que ocupavam o veículo sofreram ferimentos. 

Em Itu, uma pessoa morreu e outra foi internada com ferimentos graves em acidente ocorrido por volta das 8 horas, no quilômetro 58 da rodovia Waldomiro Correa de Camargo (SP-79). Segundo a Polícia Rodovia, Valter dos Santos Dias, 38, que dirigia em uma das três faixas da rodovia, tentou fazer uma conversão de retorno na contramão, quando uma caminhonete Hyundai, que vinha atrás não teve tempo de desviar. Dias chegou a ser socorrido para o Hospital São Camilo, mas não resistiu. Sua acompanhante, Amélia Aparecida Dias, de 72 anos, foi internada em estado grave.

Movimento. Com exceção dos dois acidentes, o tráfego de veículos foi tranquilo na quinta-feira, 20, nos sistemas Castelo-Raposo e Anhanguera-Bandeirantes, sem registro de congestionamentos. O único obstáculo era a proibição de tráfego de caminhões entre os quilômetros 48 e 23 na pista sentido capital da Bandeirantes. A AutoBan recomenda aos motoristas que usem a rodovia Anhanguera. 

De acordo com a AutoBan, entre a zero hora de quarta-feira e as 18 horas de quinta, cerca de 312 mil veículos circularam pelo sistema, entre a saída e chegada à capital. No período, foram registrados 55 acidentes com oito feridos e uma morte. Segundo a concessionária cerca de 830 mil veículos devem circular pelo sistema no feriadão.

Baixada Santista. Uma carreta danificada causou lentidão entre os quilômetros 59 e 53 da rodovia dos Imigrantes em direção à capital. Também foi registrada lentidão na rodovia Padre Manoel da Nóbrega em direção à Praia Grande. No meio da tarde, houve congestionamento de 17 quilômetros no trecho de serra da Imigrantes, em direção ao litoral.

De acordo com a Ecovias, 151 mil veículos já tinham descido em direção à Baixada Santistas entre a zero hora e as 18 horas desta quinta-feira, 20. No sentido capital, a concessionária registrou a subida de 68 mil veículos. A previsão da Ecovias é de que entre 280 mil e 415 mil veículos trafeguem pelo sistema Anchieta-Imigrantes com destino à Baixada Santista neste feriadão.

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloDia da Consciência Negra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.