Três morrem durante limpeza de poço no interior de São Paulo

Corpo de Bombeiro acredita que trabalhadores podem ter sido intoxicados por gases nocivos existentes no local

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2012 | 17h39

SOROCABA - Três trabalhadores morreram quando faziam a limpeza de um poço de abastecimento doméstico no sábado, 1, no bairro Tigrão, em Araçariguama, a 46 km de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, eles foram possivelmente intoxicados por gases nocivos existentes no interior da escavação.

O primeiro a entrar no poço, com 15 metros de profundidade, foi Carlos Cezar Batista Pardim, de 30 anos. Ele começava o trabalho quando começou a gritar que estava passando mal.

O pai dele, David Delfino Pardim, de 65, desceu ao fundo do poço para socorrer o filho e também começou a passar mal. O terceiro homem, José Pontes dos Santos, de 31 anos, gritou por ajuda, mas também usou a escada para descer. Vizinhos ouviram os gritos e acorreram ao local, mas os três já estavam desmaiados.

Resgatados pelo Corpo de Bombeiros de São Roque, eles foram levados para a Santa Casa de São Roque, mas não resistiram. De acordo com os bombeiros, o lodo no fundo do poço pode ter formado gases, como o metano e o gás carbônico, causando a asfixia dos trabalhadores.

Tudo o que sabemos sobre:
AraçariguamapoçoSPintoxicação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.