Três dias sem parar!

Não caia nessa!

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

12 Outubro 2012 | 03h03

Já tem camelô na região da 25 de Março vendendo passagens para a viagem inaugural do bateau mouche que o governador Geraldo Alckmin andou prometendo para 2015. É golpe!

Ele voltou!

Ausência notada nos últimos compromissos do UFC, da Fórmula 1 e do time do Mano Menezes, Galvão Bueno reapareceu ontem à tarde, bronzeadíssimo, na transmissão de Brasil 6 x 0 Iraque. Ele não foi à Suécia, mas parece que tinha qualquer coisa particular para resolver ali por perto da emissora, e aí aproveitou para fazer uma média com o patrão!

Amigos, amigos...

Fernando Haddad tem bons motivos para evitar Paulo Maluf: ouviu dizer que o aliado do PP está fazendo uma vaquinha entre amigos para juntar os R$ 21,3 milhões que a Justiça mandou o ex-prefeito devolver aos cofres públicos de São Paulo.

Carisma

A rejeição ao Bispo Macedo pode ser de novo decisiva no segundo turno das eleições de São Paulo. Vencerá o candidato que escapar de seu apoio! Russomanno, como se sabe, não teve essa sorte.

Esclarecimento

Marta Suplicy não tem nada a ver com a chamada "bancada das peruas" recém-eleita na Câmara de Vereadores de São Paulo! O grupo parlamentar representa tão somente os perueiros.

Se você não entrou na pilha de acordar cedo para aproveitar o feriadão em algum lugar mais respirável que São Paulo, não saia da cama ainda!

Tente ouvir o barulhinho da rua! Sabe quando os carros passam na velocidade do som da borracha dos pneus zunindo no asfalto molhado? Schiuuu, schiuuu, schiuuu...!

Só para ter certeza, confira pela fresta da cortina se há gotas escorrendo pelo vidro da janela! Agora, sim: bom dia! Salvo engano dos técnicos em meteorologia - ô, raça! -, está chovendo lá fora, graças a Deus!

Respira fundo! Sentiu? Junto com a chuva e a temperatura, está caindo em 2,1 milhões o número de veículos circulando na cidade, combinação de fatores ambientais que transforma o fim de semana prolongado quase perfeito na capital.

Pode parecer despeito de quem não viajou ficar aqui cantando "tomara que chova três dias sem parar", mas quem pegou a estrada em busca de sol nas praias não sabe o que está perdendo.

Melhor nem contar vantagens quando o pessoal voltar na segunda-feira junto com o verão, os engarrafamentos, a poluição, a propaganda eleitoral na TV...

Volta pra cama, vai! Escuta só a chuva! Tem coisa melhor?

Sucessor natural

Depois de um sociólogo, de um ex-operário e de uma ex-guerrilheira, o Brasil já está maduro o suficiente para ter alguém de olhos claros no Palácio do Planalto. A questão é: Eduardo Campos será o primeiro presidente eleito (não vale o Médici, portanto) com esta característica ou eu é que não estou bem lembrado do Venceslau Brás?

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.