Três da mesma família morrem em acidente causado por motorista embriagado em Jaú

Segundo a polícia, condutor dirigia em ziguezague em uma rodovia e bateu de frente em veículo que vinha em sentido contrário; dos quatro ocupantes, só criança de cinco anos sobreviveu e está em estado grave

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

06 Maio 2018 | 21h41

SOROCABA - Um motorista perdeu o controle do veículo, invadiu a pista contrária e bateu de frente em outro carro, na noite deste sábado, 5, em Jaú, interior de São Paulo. Três pessoas morreram e uma quarta - uma criança de cinco anos - ficou gravemente ferida. As vítimas são da mesma família. O condutor do veículo causador do acidente, Robson Struziato, de 38 anos, estava embriagado e dirigia em ziguezague, segundo a Polícia Militar Rodoviária. Ele foi preso em flagrante.

O acidente aconteceu na rodovia Paulo Nilo Romano (SP-225), no trecho que liga Jaú a Dois Córregos. Robson viajava sozinho e, ao entrar na contramão, atingiu o carro em que estavam as quatro vítimas. O condutor Jonathan Henrique da Silva Gonçalves, de 23 anos, e sua namorada Samara Farias de Jesus Alegre, de 24, que estava no banco dianteiro, morreram na hora. O primo de Samara, Rual Victor Prado, de 19 anos, foi levado com ferimentos graves à Santa Casa de Jaú, mas também morreu.

O menino Breno Miguel de Jesus Camargo, de 5 anos, filho de Samara, foi resgatado com vida e permanecia internado, neste domingo, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do mesmo hospital. Robson vai passar por audiência de custódia nesta segunda-feira, 6. Conforme a Polícia Civil, ele deve responder pelos homicídios com dolo eventual, por ter assumido o risco de matar ao dirigir sob os efeitos do álcool. A reportagem entrou em contato com o advogado que acompanhou o flagrante, mas não teve retorno.

Mais conteúdo sobre:
acidente rodoviário Jaú [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.